Peixes Gordos e Peixes Magros: Diferenças e Benefícios para a Saúde

O peixe é uma parte importante de uma dieta saudável e equilibrada pois é uma excelente fonte de alguns dos nutrientes necessários para manter o nosso corpo a funcionar corretamente. Existem dois tipos: peixes gordos e peixes magros. Ambos são altamente nutritivos e contêm, em média, cerca de 19.5 g de proteína por 100 g. Também contêm uma gama de vitaminas e minerais como vitamina B12, selénio, iodo e fósforo, essenciais para um correto funcionamento do nosso corpo. O peixe também contém ácidos gordos essenciais Ómega 3, que podemos obter a partir dos alimentos que ingerimos, embora diferentes espécies de peixes contenham diferentes quantidades de Ómega 3.

Recomendações de Peixes Gordos e Peixes Magros

As diretrizes alimentares nacionais e internacionais recomendam incluir peixe nas nossas dietas, pelo menos duas vezes por semana, e incluir peixes gordos pelo menos uma vez por semana. A recomendação específica dos peixes gordos deve-se ao seu alto teor de ácidos gordos Ómega 3.

Os ácidos gordos Ómega 3 existentes no peixe são importantes para a manutenção da saúde dos olhos, cérebro e coração, e como não somos capazes de os produzir naturalmente, devemos inseri-los na nossa dieta. Embora os peixes gordos sejam as fontes mais ricas em Ómega 3, existem também espécies de peixes magros que podem ser uma boa fonte deste tipo de gordura tão importante.

Quer escolha peixes magros ou peixes gordos, todos são deliciosos e optar por uma alimentação variada é fundamental.


Benefícios dos peixes magros

Os peixes brancos incluem espécies como o paloco, a pescada, o bacalhau, a arinca, a solha e o peixe-gato. A cor da carne é geralmente branca e o seu sabor é leve e suave.

Benefícios dos peixes magros

Os peixes magros são uma fonte de proteína fundamental para os músculos. São também uma fonte de micronutrientes como iodo, fósforo, selénio e vitamina B12, sendo estes dois últimos necessários para manter o sistema imunitário a funcionar normalmente. Outro dos benefícios dos peixes magros é o nível muito baixo de gordura. Muitas espécies como o bacalhau, a arinca e o paloco apresentam menos de 1,5 g de gordura por porção de 100 g, tornando-os uma fonte magra de proteína.

O baixo teor de gordura também significa que os peixes brancos têm níveis mais baixos de Ómega 3 em comparação com os peixes gordos. É o caso do bacalhau, da arinca e da pescada. O paloco tem níveis elevados de Ómega 3, sendo uma ótima opção para um reforço deste ácido gordo quando os peixes gordos não fazem parte da dieta. Conheça os saborosos Douradinhos Ómega 3, feitos com o delicioso Escamudo-do-Alasca.

O que é peixe gordo?

Os peixes gordos incluem espécies como o salmão, a truta, o atum fresco, o arenque, a cavala e as sardinhas. A sua carne é geralmente mais escura do que a dos peixes magros, sobretudo cor-de-rosa, laranja ou castanha e o sabor é mais forte e rico.

Benefícios dos peixes gordos

Os peixes gordos têm um perfil nutricional semelhante ao dos peixes magros, pois ambos são fontes de proteína, iodo, selénio e vitamina B12. Além disso, os peixes gordos são uma boa fonte de vitamina D, importante para os ossos, e vitamina B6 que ajuda a reduzir o cansaço e fadiga.

Outro benefício dos peixes gordos, como o nome sugere, é o seu alto teor de gordura, geralmente mais de 3 g de gordura por 100 g, no salmão selvagem, truta ou atum, e esta gordura compreende principalmente gorduras polinsaturadas saudáveis. O elevado teor de gordura dos peixes gordos também se deve aos seus níveis mais altos de Ómega 3, como no caso do salmão. Para conhecer peixes deliciosos e ricos em Ómega 3 prove os nossos saborosos filetes de salmão.

O peixe, seja magro ou gordo, fornece uma importante variedade de nutrientes fundamentais à nossa saúde. Devemos consumir peixe com mais frequência e explorar as diferentes espécies para garantir a ingestão de uma maior variedade de nutrientes, incluindo o Ómega 3.

A gama da Iglo oferece-lhe uma escolha de produtos de peixe saborosos e de origem responsável, que além de nutritivos são também um prazer, por isso, vamos comer mais peixe!