Compreender os produtos lácteos e as dietas alimentares sem laticínios

Compreender os produtos lácteos e as dietas alimentares sem laticínios

Há muito tempo que o leite e os produtos lácteos fazem parte da alimentação humana. Têm nutrientes importantes que promovem o bem-estar e contribuem para uma alimentação equilibrada e saudável. No entanto, apesar do contributo nutritivo positivo dos produtos lácteos e de serem seguros e económicos, algumas pessoas optam por ter uma dieta alimentar sem laticínios.


O que são os produtos lácteos?

Os produtos lácteos incluem o leite (obtido a partir de diferentes animais como a vaca, a cabra e a búfala), bem como produtos derivados como o queijo, o iogurte, as natas e a manteiga. Apesar de todos estes produtos poderem ter perfis nutricionais diferentes, o leite, o queijo e o iogurte são geralmente boas fontes de proteína, cálcio, vitamina B12 e iodo, todos essenciais para nos mantermos saudáveis.

Apesar de fornecerem nutrientes essenciais, as dietas sem laticínios são necessárias para as pessoas com alergia ao leite ou intolerância à lactose. Também há pessoas que optam por retirar os laticínios da sua alimentação por questões ambientais e éticas.

O que é uma dieta alimentar sem laticínios?

Numa dieta sem laticínios, o leite e os seus derivados (como o queijo, o iogurte, as natas, o gelado e a manteiga) são evitados. Isto implica evitar também alimentos com ingredientes derivados do leite, como o leite em pó, a caseína e a proteína whey.

Quais são os motivos para deixar de consumir laticínios?

Há vários motivos para adotar uma dieta sem laticínios. A seguir, vamos explicar alguns dos principais.

1. Preocupações relativas ao ambiente e ao bem-estar dos animais

Algumas pessoas optam por não comer laticínios por motivos relacionados com o ambiente ou o bem-estar dos animais. Normalmente, também seguem uma dieta vegetariana ou vegana, pelo que é importante garantir que consomem nutrientes semelhantes aos encontrados nos laticínios através de outros alimentos para evitar uma deficiência de nutrientes.

2. Alergias

As pessoas com alergia ao leite têm de ter cuidado para não consumir laticínios ou produtos com ingredientes lácteos. Uma alergia a produtos lácteos faz com que o organismo reaja erradamente às proteínas do leite, desenvolvendo uma resposta imunitária negativa, como comichão, inchaço, vómitos e/ou dificuldades respiratórias, que apesar de raras podem ser fatais.

3. Intolerâncias

Por outro lado, as pessoas que têm intolerância à lactose não conseguem digerir a lactose – um tipo de açúcar encontrado no leite. Isto pode causar inchaço, dores e desconforto no estômago, vómitos e diarreia. Apesar de os sintomas de intolerância poderem ser graves, normalmente não são fatais e o nível de intolerância pode variar de pessoa para pessoa. Para algumas, comer produtos sem lactose permite continuar a desfrutar dos laticínios sem problemas digestivos.

Se tiver preocupações relativas a uma alergia ou intolerância à lactose, fale com um profissional de saúde para fazer um teste médico.