Fornecimento Responsável de Peixe

Fornecimento Responsável de Peixe

A nossa missão é proteger os oceanos, não só no presente como para as gerações vindouras.

É por isso que queremos dar o exemplo, adquirindo e preparando o nosso peixe de forma responsável.  Sobretudo porque os produtos à base de peixe são uma componente icónica das nossas marcas. 
Através das nossas marcas, protegemos as reservas de peixe e marisco há mais de 20 anos e, embora o nosso peixe seja proveniente de fontes sustentáveis ou possua certificação responsável, os oceanos estão sob uma pressão crescente. 

As alterações climáticas, a poluição marítima, a pesca exaustiva e a pesca INN (pesca ilegal, não declarada e não regulamentada) estão a ameaçar a vida marinha e as reservas de peixe. A procura mundial por peixe e marisco continua a aumentar, dificultando o combate à pesca exaustiva. Como consequência, as reservas de peixe estão sob ameaça em várias partes do mundo. 
Adotamos o Código de Conduta da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) como guia para adquirir peixe (pescado em estado selvagem ou de aquicultura) proveniente de fontes responsáveis. Não aceitamos peixe que seja INN ou que provenha de reservas de pesca exaustiva. 

Colaboramos com legisladores e organizações de gestão da pesca marinha e de aquicultura, a fim de conseguir a adoção dos princípios do Código de Conduta da FAO para uma Pesca Responsável.


O Nosso Objetivo
100% do nosso peixe e marisco provenha de técnicas de pesca sustentáveis ou de produções aquicolas responsáveis até 2025

Peixe e Marisco Capturado em Estado Selvagem

Desde que nos tornámos num dos membros do MSC em 1997, o nosso compromisso de aumentar continuamente a quantidade de peixe com certifcação do Marine Stewardship Council (MSC) que usamos nos nossos produtos Iglo conduziu a resultados quantificáveis. Atualmente, mais de 90% do peixe capturado em estado selvagem que usamos é certificado pelo MSC e somos o maior utilizador do rótulo ecológico do MSC a nível global. Usamos as normas do MSC para auditorias independentes, porque acreditamos que se trata da norma de certificação mais rigorosa.

Sendo parte da maior empresa de produtos congelados da Europa, o nosso objetivo é contribuir para que os consumidores façam escolhas alimentares mais saudáveis e nutritivas e consumam mais peixe e marisco em toda a Europa. A nossa longa relação com o MSC significa que, à medida que alcançamos os nossos objetivos, iremos naturalmente aumentar o volume de peixe com certificação do MSC consumido atualmente e nos próximos anos. Ao apoiar o MSC, estamos a apoiar os princípios da UN SDG 14 e a desempenhar um papel no fornecimento de peixe proveniente de fontes sustentáveis aos consumidores.

O Marine Stewardship Council (MSC)

O MSC é uma organização internacional sem fins lucrativos que foi estabelecida para assegurar uma reserva de peixe saudável, sustentável e bem gerida para as gerações do presente e do futuro.

Usamos a certificação do MSC porque: 

  • Garante que a origem do nosso peixe e marisco é rastreável até um local de captura avaliado de forma independente, certificado e proveniente de fontes sustentáveis.
  • Tal garante que o nosso peixe e marisco é tratado com o devido cuidado. Do mar para o prato, o nosso peixe é separado dos produtos sem certificação e devidamente rotulado, para ser possível rastrear a sua origem até um fornecedor certificado e de captura sustentável.
  • Esta certificação é sólida e credível por ter uma base científica e ser internacionalmente reconhecida

Aquicultura 

A produção aquícola (criação de peixe e marisco) é uma das formas de produção de alimentos mais inovadoras e em maior crescimento.  Atualmente, contabiliza cerca de metade da produção mundial de peixe e marisco e  a percentagem proporcional de aquicultura na produção total de peixe e marisco continuará a aumentar. 

É por isso que a aquicultura se está a transformar numa importante fonte de peixe e marisco, razão pela qual é fundamental que a produção aquícola  e a industria da pesca atuem de forma responsável.  Isto é particularmente importante em áreas em que a expansão da produção coloca uma maior pressão sobre ambientes sensíveis.  Sem melhorias na gestão e nas tecnologias, o aumento dos níveis de produção irá conduzir a pressões insustentáveis sobre o ambiente, quer a nível global quer a nível das unidades de aquicultura.

A aquicultura tem um impacto direto nos recursos biofísicos, na qualidade da água, na integridade dos habitats e na diversidade ecológica. 
Tem ainda o potencial de ajudar as comunidades locais a: 

  • Prosperar criando mais oportunidades de emprego com maiores rendimentos 
  • Melhorar a nutrição 
  • Capacitar os produtores

Aquaculture Stewardship Council (ASC)

Programas de certificação como o ASC demonstraram que os mecanismos baseados no mercadotêm o poder de impulsionar mudanças positivas ao longo de toda a cadeia de abastecimento. Como um dos seus mecanismos principais para promover a mudança, o ASC usa normas que definem os princípios da aquicultura responsável. Têm uma base científica, refletem as melhores práticas e incluem indicadores de performance quantitativos. As normas ajudam a transformar a aquicultura no sentido de uma maior sustentabilidade ambiental e responsabilidade social, facultando meios para promover e premiar práticas aquícolas responsáveis e para influenciar os hábitos de consumo de peixe e marisco.

Rastrear as nossas reservas de peixe 

A proveniência da totalidade do nosso peixe capturado em estado selvagem é rastreável. 
Concebemos a nossa Ferramenta de Proveniência do Peixe para permitir que os consumidores conheçam a proveniência do peixe que consomem, dando-lhes garantias de que o peixe dos nossos douradinhos é devidamente certificado.  Esta ferramenta está atualmente disponível em seis dos nossos mercados, sendo que vamos expandir a sua abrangência.