De onde provêm os nossos vegetais?

De onde provêm os nossos vegetais?

Os nossos vegetais são provenientes de diferentes regiões, uma vez que a sua produção depende do clima, da água, do solo fértil e da luz natural.

Seguimos os ciclos de crescimento naturais quando colhemos a grande maioria dos nossos vegetais. Isso permite-nos fazer as colheitas na altura certa e congelar rapidamente (ultracongelar) os produtos, a fim de preservar as vitaminas e minerais - tornando os vegetais congelados tão nutritivos como os frescos. 

Sabia que alguns dos brócolos mais saborosos provêm de Portugal e as nossas famosas ervilhas Iglo são cultivadas no Reino Unido?

Produzimos de forma sustentável para as gerações futuras 

Aqui, na Iglo produzimos vegetais com paixão. Para nós, isso significa ser capaz de oferecer produtos nutritivos de elevada qualidade e bons para si e para o planeta. Cultivamos a terra e produzimos produtos de forma sustentável para assegurar que os nossos vegetais continuarão disponíveis para as gerações futuras.

Dois terços dos nossos vegetais já são produzidos de acordo com a nossa Política de Agricultura. Mas não queremos ficar por aqui! Juntámo-nos recentemente à plataforma SAI, que é uma iniciativa líder a nível global dedicada a desenvolver uma agricultura sustentável para a produção de alimentos. Como parte do nosso compromisso para o futuro, estamos a implementar a FSA (Avaliação da Sustentabilidade das Explorações Agrícolas) em todos os nossos vegetais. A gestão ambiental das operações nos nossos campos de ervilhas, no UK, é atualmente avaliada de acordo com o LEAF Sustainable Farming Review.

O Nosso Objetivo
Que a totalidade dos nossos vegetais sejam produzidos de acordo com práticas de agricultura sustentável até 2025*

*Exclui Gastro, Food Service, Espanha, CH, HU, GR, RUS, GoodFella’s e Aunt Bessies já que estamos atualmente a avaliar esses produtos.

Focamo-nos em:

  • Maximizar a produção de alimentos e a qualidade nutricional, minimizando, ao mesmo tempo, as entradas de recursos e o desperdício.
  • Gerir de forma responsável a fertilidade do solo, a água e a biodiversidade.
  • Permitir que as comunidades locais mantenham ou melhorem o seu bem-estar e o ambiente em que trabalham
     

Saiba mais sobre a proveniência dos nossos vegetais aqui.